Pioneiro da conservação da fauna brasileira, Dalgas Frisch morre em SP aos 94 anos

  • 22/06/2024
(Foto: Reprodução)
Apaixonado pelas aves deixa legado de amor à preservação da natureza. Em parceria com o pai Svend Frisch, colaborou na ilustração do influente livro "Aves Brasileiras", obra de referência na ornitologia global. Johan Dalgas Frisch foi pioneiro em gravar os cantos das aves no Brasil Terra da Gente O engenheiro e ornitólogo Johan Dalgas Frisch morreu na manhã deste sábado (22), em São Paulo, aos 94 anos. Dalgas estava internado há alguns meses com sérios problemas de saúde. O apaixonado pelas aves dedicou a vida aos registros em som de várias espécies. Brasileiro de ascendência dinamarquesa, Dalgas foi uma figura de destaque na história da conservação das espécies no Brasil. Ele teve sua trajetória iniciada na infância através de um profundo encantamento pelas aves, motivado por um impactante encontro com um pássaro ferido. Desde então, sua vida foi dedicada à proteção da avifauna nacional, consolidando-o como um dos principais ornitólogos do país. Apesar da formação em engenharia, sua verdadeira paixão sempre foi a natureza e, especialmente, as aves. Em parceria com o pai Svend Frisch, colaborou na ilustração do influente do livro "Aves Brasileiras", obra de referência na ornitologia global por ser o primeiro guia de campo lançado no país, que completou 60 anos em 2024. Em 1962, Johan Dalgas Frisch se destacou ao introduzir uma técnica pioneira na gravação dos cantos das aves da Amazônia e do Pantanal, utilizando um equipamento por ele desenvolvido. Esta inovação revolucionou a compreensão das aves brasileiras e as aproximou do conhecimento público. Além disso, sua contribuição foi fundamental para a criação do Parque Nacional do Tumucumaque, um importante santuário ecológico na Amazônia e considerado o maior parque de floresta tropical do mundo. O Parque foi oficializado em 1968 e ampliado em 2002 para Parque Nacional das Montanhas do Tumucumaque. Dalgas Frisch e o filho Christian Reprodução do livro 'Aves brasileiras minha paixão' Seu incansável esforço em reunir líderes políticos internacionais para apoiar este projeto visionário demonstra seu comprometimento inabalável com a preservação da vida selvagem e do meio ambiente. O velório de Dalgas Frisch acontece amanhã (23), na capital paulista. Johan Dalgas Frisch e o canto místico do uirapuru Dalgas Frisch dedicou especial atenção ao uirapuru (Cyphorhinus aradus), um ícone misterioso da Amazônia reconhecido por seu canto melodioso e pela dificuldade de ser encontrado. Durante uma de suas expedições ao Acre, Dalgas teve o privilégio de gravar os cânticos desse pássaro lendário. Kit compõe livro e um relógio de aves do ornitólogo Dalgas Frisch Arquivo TG Utilizando seu próprio equipamento desenvolvido justamente para gravar cantos de aves, ele conseguiu reproduzir e capturar oito variantes do canto do uirapuru, atraindo-o para proximidades onde pôde realizar suas gravações históricas. Este feito notável rendeu-lhe o título de "pai do Uirapuru" pela mídia, destacando sua contribuição inestimável na promoção da beleza e da importância cultural e biológica dessa ave na Amazônia. As investigações de Dalgas não pararam por aí. Ele não apenas se destacou na gravação do canto do uirapuru, como também na documentação dos cantos de diversas outras espécies que compõem a fauna brasileira. Seu trabalho científico meticuloso e suas gravações não só ampliaram o entendimento sobre a diversidade e a riqueza das aves do Brasil, mas também evidenciaram sua crucial importância para os ecossistemas locais, além de aproximar as espécies da sociedade, de modo a despertar a conscientização sobre a urgência da conservação ambiental. Parceria com o Terra da Gente A relação de Dalgas com o Terra da Gente remonta à origem do programa de televisão que completou 27 anos nesta sexta-feira (21). "O Dalgas tem uma importância enorme na criação do Terra da Gente. Ele apoiou e incentivou as nossas ideias desde o início. Ele é o patrono desse programa, por isso devemos muito a ele", afirma Ciro Porto, jornalista e idealizador do programa. Nos anos 90, durante um ano, a equipe do programa e Dalgas Frisch acompanharam a migração das andorinhas-azuis desde o Canadá, passando pelos Estados Unidos e América Central até chegar ao Brasil. Dalgas Frisch é considerado o patrono do programa Terra da Gente Arquivo Terra da Gente A produção exibida no Globo Repórter se transformou no documentário "Rota do Sol" e rendeu premiações. "Fomos a primeira equipe de TV a gravar toda essa migração", conta Ciro Porto. "O Dalgas tem a responsabilidade de ter feito as pessoas olharem para o mundo das aves, que era na época praticamente inacessível, com outros olhos. Tudo isso a partir das viagens imaginárias que ele permitia que fizéssemos com seus registros narrados". Recentemente, a equipe do Terra da Gente contou a história de Dalgas no documentário "Eu Passarinho". Para assistir ao documentário completo, clique aqui. Biografia Dalgas Frisch é filho de Svend Frisch e Ellen Margareth Dalgas Frisch, imigrantes dinamarqueses que se estabeleceram no Brasil em 1927. Graduado em engenharia industrial pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 1955, Dalgas iniciou carreira na fábrica de Linhas Corrente. Em 1958, estagiou na Escócia, onde interagiu com ornitólogos europeus e estudou coleções de cantos de aves gravadas. Quando retornou ao Brasil, o engenheiro desenvolveu um megafone de papelão para registrar cantos de aves, posteriormente aprimorado em uma versão parabólica. Em 1962, lançou seu primeiro álbum, "Canto das Aves do Brasil", em vinil, alcançando sucesso internacional. No ano seguinte, seu segundo álbum, "Vozes da Amazônia", destacou o canto do uirapuru. Ao longo dos anos, Johan realizou diversos projetos ambientais, incluindo a estação de tratamento de esgoto do Aeroporto Internacional de Guarulhos em 1976. Recebeu o título de Cidadão Honorário do Texas em 1992 por seu papel em salvar e repatriar um falcão-peregrino. Colaborando com seu filho Christian, Johan lançou obras como "Jardim dos Beija-flores" (1994), "Os 12 Cantos do Brasil" (2001) e "Cantos Harmoniosos da América" (2002). Em 2005, a terceira edição de "Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem" consolidou seu legado na ornitologia e conservação ambiental. VÍDEOS: Destaques Terra da Gente Veja mais conteúdos sobre a natureza no Terra da Gente

FONTE: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2024/06/22/pioneiro-da-conservacao-da-fauna-brasileira-dalgas-frisch-morre-em-sp-aos-94-anos.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

estamos ao vivo mande a sua mensagem para nos a traves do watsapp 19/983176001

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes